Archive for Feng Shui

Forças intrínsecas dos elementos em cada mulher

Correlacionado ao trabalho com mulheres, ao Sagrado Feminino, aqui menciono conhecimentos da sabedoria chinesa sobre as essências intrínsecas em cada mulher. São as cinco forças transformadoras dos cinco elementos presentes em tudo no universo. Cada ser tem uma força especial e predominante que o caracteriza, desde o momento que lhe é dado o sopro da vida.  Pela análise dos 4 Pilares, na cosmologia chinesa, identificamos a presença dessas forças . E a identificação dessas essências ajuda no auto-conhecimento.

MADEIRA – A VISIONÁRIA


Uma pessoa com afinidade pela Madeira é impulsionada pela necessidade de ação, movimento e realização. Ela tem profundos e abundantes recursos que lhe permitem ver desafios como aventuras, sempre se obrigando a ir até o limite e tendo bom desempenho sob pressão. Seu amor pela aventura e seu desejo de ser a primeira e a melhor a ajudam a transformar seus sonhos em realidades.

A Sabedoria da Madeira

Madeira no interior da terra cresce para cima… o que possibilita a ascensão não é a violência, mas a modéstia e a adaptabilidade… A madeira cresce no interior da terra sem se deter e sem se apressar, contornando, graças à sua adaptabilidade, todos os obstáculos. Assim também a mulher superior é devotada e, com espírito abnegado, nunca interrompe seu progresso.         _      O I CHING

FOGO – A COMUNICADORA


Uma pessoa com afinidade pelo fogo tem a capacidade de sentir enorme alegria, que pode ser usada para forjar relacionamentos fortes e duradouros. Intuitiva e enfática, ela anseia por fundir sua natureza com a dos outros e sofre intensamente quando é separada daqueles que ama.

A Sabedoria do fogo

Aquilo que é obscuro liga-se ao que é luminoso e assim realça a claridade deste último. Um corpo luminoso irradiando luz deve ter dentro de si alguma coisa que persevere; caso contrário, com o tempo se consumirá. Tudo o que é luminoso depende de alguma coisa à qual se liga, para que possa continuar a brilhar.     _  O I CHING

TERRA – A PACIFICADORA

Uma pessoa com afinidade por Terra tem a capacidade de nutrir a si mesma e aos outros, de meditar disputas e de criar comunidades afetuosas. As pessoas de Terra florescem na paz e na harmonia e são desequilibradas pelo desacordo e pela discórdia.

A Sabedoria da terra

Em sua devoção, a Terra sustenta, sem exceção, todas as coisas, boas e más. Da  mesma maneira, a mulher superior torna a seu caráter amplo, puro e resistente, de modo a poder dar apoio e ser tolerante com as pessoas e as coisas.  _   O I CHING

METAL – A ARTISTA


Uma pessoa com afinidade por Metal tem um forte senso estético e um profundo e abrangente interesse por questões espirituais. Firmada no solo pela terra e inspirada pelo céu, sente-se impelida a se elevar na direção das verdades supremas da arte e da filosofia. As pessoas de Metal têm dificuldade de abrir mão e se libertar.

A sabedoria do metal

Não podemos perder aquilo que verdadeiramente nos pertence, mesmo se o jogarmos fora. Assim sendo, não é necessário que nos angustiemos. Devemos cuidar somente de permanecer fiéis à nossa própria essência e não dar ouvidos aos outros.        _    O I CHING

ÁGUA – A SÁBIA

Uma pessoa com afinidade por água contém dentro de si mesma um profundo sentido do poder do silêncio, a paciência e da introspecção. Ela sabe como viver no momento, enchendo-se de potencial e disposição para quaisquer desafios e aventuras que a vida possa apresentar.

A sabedoria da água

Água … flui, prossegue sempre fluindo e vai preenchendo todas as depressões que encontra; não vacila diante de nenhuma passagem perigosa, não retrocede diante de nenhuma queda, e nada a faz perder sua natureza essencial. Ela permanece fiel a si mesma em todas as circunstâncias.  _ O I CHING

Referências: livro: NA CASA DA LUA Resgatando o Espírito Feminino da Cura  – Jason Elias e Katherine Ketcham

AS CINCO FORÇAS TRANSFORMADORAS

“As coisas que se harmonizam em tom, vibram em conjunto. As coisas que têm afinidade em suas essências mais íntimas atraem-se mutuamente. A água flui para o que é úmido, o fogo volta-se para o que é seco… O que nasce do céu tende para o que está acima. O que nasce da terra tende para o que está abaixo. Cada um segue o que lhe corresponde.” ( Confúcio)

Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água, pela sabedoria chinesa, são as cinco forças que fluem e refluem como marés na natureza e dentro de cada um de nós. À proporção que aprendemos a reconhecer como essas forças operam em nosso íntimo, expandindo e contraindo da mesma maneira que exercem influência no mundo natural, sentiremos uma conexão com o todo que se estenderá além de um profundo apreço pelo equilíbrio e harmonia da vida.

De acordo com o Clássico do Imperador Amarelo: “Os sábios combinavam Água, Fogo, Madeira, Metal e Terra… e os consideravam como inseparáveis e constantes.” Cada uma dessas forças é fundamental para o todo, pois a vida como a conhecemos não poderia existir sem todas as Cinco Forças Transformadoras. Cada força gera e sustenta as outras e um aumento ou declínio em qualquer uma das forças enviará reflexos de significado, formando ciclos. Estes ciclos podem ser: gerador e de controle.

O Ciclo Gerador

Neste ciclo as Cinco Forças Transformadoras geram e se sustentam umas as outras num processo de crescimento. De acordo com a teoria clássica chinesa, o universo foi formado por uma bola maciça de FOGO, que por fim se esfriou para criar a TERRA. À medida que o processo de resfriamento prosseguiu, o centro da Terra se solidificou em minerais e metais preciosos(METAL), que permearam a ÁGUA e fortaleceram suas qualidades de vida. A água então contribuiu para a proliferação da matéria vegetal (MADEIRA), que queimou para criar o FOGO, que criou mais cinza (TERRA), que se solidificou em METAL, que intensificou a ÁGUA e assim por diante…

O Ciclo de Controle

Cada uma das Cinco Forças Transformadoras restringe e inibe as outras, assegurando que nenhuma das outras forças saia do controle e se torne predominante. A ÁGUA controla o FOGO apagando-o; o FOGO restringe o METAL, derretendo-o; o METAL inibe a MADEIRA, cortando-a; a MADEIRA restringe a TERRA cobrindo-a (prendendo a terra em seu lugar com as raízes); a TERRA controla a ÁGUA ao absorvê-la e ao formar margens para mantê-la dentro de limites.

Estes dois ciclos demonstram a interdependência e interconexão das Cinco Forças Transformadoras, e eles operam em conjunto para assegurar o equilíbrio. Em diferentes momentos do dia, do mês, da estação, do ano, da vida, sentiremos o avanço e recuo de cada uma dessas forças porque tudo na vida é caracterizado pela mutação.

Usamos a combinação dessas Cinco Forças Transformadoras no Feng Shui para a harmonização ambiental e consequentemente harmonização pessoal. Todas essas cinco forças existem em tudo e dentro de cada ser humano, mas cada ambiente, cada indivíduo, tem uma força específica que predomina e energiza sua identidade até mesmo seu destino.

Conhecer a expressão singular de cada uma das Cinco Forças, e identificar a força primariamente responsável pela criação e sustentação da sua natureza básica ,  traz auto-conhecimento e ajuda a compreender melhor seu temperamento e personalidade, e a ter consciência de sua atração menor e aversão por outras forças, correlacionadas tanto a período do dia, clima, direção, sabor, funções fisiológicas, psicológicas, espirituais.

Nas próximas postagens mencionarei cada um desses elementos, cada uma dessas forças.

********************************************

referências: NA CASA DA LUA – RESGATANDO O ESPÍRITO FEMININO DA CURA – Jason Elias e Katherine Ketcham

2010 – ANO DO TIGRE E SOMA 3

Pela Cosmologia Chinesa, a partir de fevereiro, 2010 será regido pelo  Tigre. O atributo básico deste animal do zodíaco chinês se traduz como um idealista na frase: EU SINTO.

Tende a ser um ano de realizações e o carisma em alta, uma vez que positivamente o Tigre é corajoso, realizador, carismático, determinado, sensível, leal, sábio, honrado, protetor e generoso.

A cautela para a influência dos atributros negativos do Tigre é quanto à sua impetuosidade, agressividade, fala compulsiva, crítica e arrogância.

Já pela numerologia, a soma de 2010 resulta no número 3 que se traduz em: otimismo incondicional, alegria natural, expansão, abundância, versalidade e sucesso. Aqui a vida existe para ser vivida. A comunicação, a extroversão reinam. Mesmo nos momentos mais críticos, o lado positivo é encontrado. É um número festivo, de muita sociabilidade. Porém, deve-se ter cautela com sua influência negativa para não ficar na superficialidade das relações, além de se fadar em extravagâncias e ostentação.

O 3 representa o elemento Madeira, o desabrochar das sementes, a manifestação da forma. Representa também toda tríade:  passado-presente-futuro; pai-mãe- filho; Terra-Homem- Céu; água-fogo-vento; infância-maturidade-velhice; e ainda os três estados de energia na alquimia chinesa: Ching (força criativa) – Chi (força vital) – Shen (espírito).

Referencias:  *Feng Shui – Kan Yu – Arquitetura Ambiental Chinesa – Carlos Solano    * Numerologia – Aparecida Liberato

2009 – Ano do Boi pela Cosmologia Chinesa

Pra entendermos melhor um pouco as considerações quanto às datas das mudanças do ano novo chinês, precisamos saber primeiro que , na China, leva-se em consideração dois calendários : o solar e o lunar .

O calendário lunar é baseado na segunda lua nova depois do solstício de inverno(hemisfério norte)ou solstício de verão(hemisfério sul). Sendo assim, neste ano de 2009, a passagem do ano novo chinês se deu no dia 26 de janeiro.

Já pelo calendário solar, no qual se baseiam as análises do feng shui, a mudança ocorre quando o sol fica a 15º do signo de aquário no zodíaco. Neste ano de 2009, será dia 03 de fevereiro.

Quanto às regências dos anos, para os chineses, há doze animais do zodíaco que caracterizam as tendências e valores dos indivíduos em sua existência terrena. A origem dos signos animais ainda é obscura. Mas diz uma lenda que Buda teria convidado todos animais pra visitá-lo, porém somente 12 compareceram; então, ele sugeriu que a cada um deles fosse dedicado um ano, sucessivamente ao longo dos tempos. Neste ano de 2009 temos a regência do Boi.

O Atributo básico do Boi é Ser Forte, e sua frase mestra é EU QUERO. Positivamente há características de ser: persistente, trabalhador, confiável, determinado, capaz e prático. Negativamente há características de ser: vagaroso, intolerante, inflexível, materialista, teimoso, conservador, melancólico.

Tenho lido muitos comentários a respeito deste ano como sendo um ano de trabalho duro e pouco retorno. Longe de mim de questionar os posicionamentos de pessoas, que com certeza são muito capacitadas para essas análises. Mas minha visão de análise da vida tem me mostrado também que nossas crenças determinam nossas experiências de vida. Por isso, gosto de focar sempre no positivo. Será que todos terão uma única realidade? Será que pra todas as pessoas será um ano de trabalho duro e pouco retorno? Para mim a resposta é NÃO. É importante que se avalie todos os atributos (e sempre há positivos e negativos, porque em tudo há polaridade) e então  deve-se aproveitar para fazer sobressair os aspectos positivos.

Já que a frase mestra do boi é EU QUERO, uma das primeiras coisas é determinar o que realmente se quer pra 2009. E ainda, persistir de forma prática no trabalho, mas tentando ser mais dinâmico e flexível.

Há um ritual realizado pelos chineses nesta época ,  algo bem parecido com a montagem do “quadro dos sonhos”, mencionado no filme O Segredo. Esse ritual consiste em escrever com tinta preta em fitas vermelhas tudo o que ser quer para o ano;  depois é pendurá-las onde o vento possa sempre levar as afirmações à concretização do universo. A representação da tinta preta na fita vermelha é interessante… O preto representa o elemento água no feng shui. O vermelho reperesenta o elemento fogo. Para o feng shui, o que controla é o que traz riqueza. A água não controla o fogo? E segundo os chineses, quando um pingo d’água cai no fogo ocorre a ebulição. E é na ebulição que as coisas acontecem.

Um feliz ano novo chinês pra todos, com muito trabalho para a concretização de tudo que quiserem no bem.

* Algumas dicas de harmonizações pelo feng shui neste ano de 2009… Veja o site de Aline Mendes:

http://www.terapiadeambientes.com/t-fs-dicas-feng-shui-2009.html

TERAPIAS AMBIENTAIS – FENG SHUI TRADICIONAL E GEOBIOLOGIA

FENG SHUI TRADICIONAL

 

GEOBIOLOGIA

 

Terapias de Reequilíbrio Energético Visando Qualidade de Vida: Saúde, Bem-estar, Prosperidade e Bons Relacionamentos

                                                 

 

                                               

      De maneira geral, o ser humano tem buscado viver melhor, o que engloba uma série de fatores tanto externos quanto internos. De forma consciente ele começa a perceber que pode ser co-criador de sua vida e que não está simplesmente à mercê do acaso.

    Nossa qualidade de vida está diretamente ligada à quantidade e qualidade de energia que temos e dedicamos ao nosso físico, ao nosso emocional e mental, às nossas relações, nosso desenvolvimento de potenciais, ao ambiente que habitamos e trabalhamos.

    Há uma máxima chinesa que diz que tudo o que nos acontece está diretamente ligado às conseqüências de: * harmonização pessoal (homem) * harmonização do ambiente (terra) * bênçãos divinas (céu). E ainda dentro desse conceito chinês, o que determina a qualidade em todas essas áreas, é a presença de um bom fluxo de energia, o que eles chamam de Chi ou Qi.

    Harmonização Pessoal – para uma pessoa se sentir bem, cheia de vida, de energia (ou chi), é preciso o bom funcionamento do organismo, tanto em nível físico, como mental e emocional. Para os orientais, doenças se instalam no organismo quando o fluxo de energia no organismo está bloqueado. Esse bloqueio pode ocorrer por diversos fatores, ligados a questões internas (emocionais) ou externas (influência do meio ambiente e estilo de vida). Para a manutenção, desbloqueio e bom fluir desse Chi no organismo, técnicas terapêuticas de harmonizações pessoais têm sido desenvolvidas e expandidas, garantindo ao indivíduo saúde, plenitude, alegria, integração nas relações e desenvolvimento de potenciais como um todo. Ex: Reiki, Magnified Healing, All Love, Massagem Ayurvédica, Dança Circular Sagrada. 

   Harmonização ambiental – um ambiente age diretamente na qualidade de vida das pessoas. Ciências e pesquisas revelam que um ambiente pode ser enfermo ou saudável, e afeta diretamente na saúde e probabilidade de acontecimentos na vida das pessoas. Algumas técnicas e terapias ambientais detectam áreas a serem harmonizadas no ambiente  e promovem curas e harmonizações de forma a garantir o captar e o fluir  do bom Chi, que interagirá com quem ali vive; e isso afetará na saúde, relacionamentos e prosperidade do indivíduo. Ex: Feng Shui, Geobiologia.

    Bênçãos do Céuuma vez que o homem tem um bom fluir de Chi em seu organismo e vive num ambiente com boa qualidade de Chi, ele está mais diretamente ligado à Fonte, às bênçãos do céu, pois passa a ter uma sintonização em nível melhor, e com ampliação de consciência ele se torna um co-criador de sua qualidade de vida. 

 

Mirian Menezes – Achuncaray                             

 

Melhor local para colocação de uma cama …

São muitos os termos de buscas que trazem as pessoas até o meu blog. Resolvi “aproveitar” um desses termos e escrever um pouco sobre o seguinte assunto: “O melhor local para colocação de uma cama segundo o feng shui”.

Primeiro não há uma única regra, aliás, são muitas considerações que merecem atenção, e aí eu me valerei de alguns conceitos de feng shui e geobiologia. Não tem muito ao certo por onde começar, mas vamos lá …

Bem … o quarto é um local Yin, então, o ideal quando se pode fazer escolhas é que o quarto esteja em um local que beneficie uma Estrela Montanha favorável, mas isso é algo mais complexo, por isso serei mais prática e objetiva.

Devemos considerar todo o dormitório, já que é um local que realmente merece atenção especial, pois passamos um terço de nossas vidas ali, repousando e recuperando as energias perdidas. E além do longo tempo que permanecemos nesse local; durante o sono, o nosso sistema bionergético dilata-se, e torna-se mais yin e consequentemente mais receptivo ao meio externo. E é também no quarto que acontece a maioria das interações conjugais, sendo então um local onde se reforça a energia amorosa.

Vejamos algumas considerações:

CAMA DE MADEIRA COM CABECEIRA ENCOSTADA EM PAREDE “CEGA – ” A cama, preferencialmente sempre de madeira (pois a metálica é condutora de eletricidade) deve estar encostada em uma parede cega. Um dos motivos é para que a abertura de janelas não afete a segurança psicológica do ocupante. E também, segundo a Medicina Chinesa, é através do topo da cabeça que recebemos estímulos e informações, e nesse caso, uma abertura de janela bem como a colocação de objetos por detrás da cabeça dificultam a renovação da mente. Caso não seja possível colocar a cama em uma parede sem abertura (janela), que haja então algo como cortina ou veneziana, que além de proteger da claridade, passe a sensação de proteção do lado externo no momento do repouso.

PROTEGENDO DE INFLUÊNCIAS ELETROMAGNÉTICAS – O uso de uma persiana metálica pode ser uma boa opção em casos especiais, como na existência de antena de celular na proximidade, pois ela protege da contaminação de ondas externas. Mas sendo metálica, deve-se valer da mesma só em casos especiais e não próximo à cama. Esse é um conceito de geobiologia, e ainda aproveitando essa área, outra dica é que a cabeceira da cama fique a pelo menos 40 cm de distância de tomadas, apagadores, por causa das radiações do campo eletromagnético. O ideal é que os cabos passem o mais próximo possível do chão, e que haja uma boa fiação terra na parte elétrica. E também, aparelhos eletrônicos como televisores e computadores não devem permanecer no quarto; e no caso de existir, aconselha-se que sejam retirados da tomada no momento de dormir.

INFLUÊNCIAS GEOBIOLÓGICAS – Outra indicação ainda no conceito de geobiologia: não é aconselhável a cabeceira da cama encostada em parede que passe instalações hidráulicas, bem como, também é importante a averiguação da existência de falhas geológicas e veios de água subterrânea sob o local de colocação da cama, ou a existência de um cruzamento de redes, o que é feito através de detecção com material radiestésico. A primeira opção nesses casos, é a mudança da cama destes pontos, ou então, outra sugestão, pode ser a colocação de folha de cortiça de no mínimo 3 cm, na extensão de toda a cama debaixo do colchão, mas essa dever ser trocada de ano em ano.

BANHEIROS – Já dentro dos conceitos de feng shui… ao falar de parte hidráulica vem a lembrança dos banheiros, no caso da suíte. O ideal é que haja um outro ambiente fazendo a separação entre o quarto e o banheiro; um espaço como um vestíbulo, um closet. No caso de isso ser impossível, mantenha a porta sempre fechada. Também, no caso da construção ter mais de um nível, deve-se evitar a existência de banheiros acima ou abaixo da cama, assim como caixa d’água. A solução nesse caso? Pode-se fazer uma cura paliativa, dando uma demão de tinta vermelha no teto, antes (por baixo) da pintura normal usada na construção.

ESPELHOS – E espelhos no quarto? Bem, espelhos refletem luz e energia, e isso indica movimento. O quarto é um lugar yin, de repouso, então, não é aconselhável espelhos refletindo a cama. Uma solução é que o espelho fique dentro do armário.

VIGAS – Viga exposta sobre a cama. Aqui vem a questão da onda de forma, que agride o ocupante como uma flecha. A viga deve ser “recoberta”, ou para que a mesma não tenha tanta influência, é preciso que esteja a uma altura de pelo menos 3 metros.

ARMÁRIOS- Deve-se evitar também armários, ou paredes  muito próximos para que não “confinem” a cama tanto nas laterais quanto acima. Aqui também “entram” as beliches que são desfavoráveis.

DIRECIONAMENTO ATRAVÉS DO MINGUÁ- Uma outra consideração muito importante é o direcionamento da cabeceira da cama, com base nas direções cardeais, de forma que a direção escolhida seja favorável ao ocupante. Como podemos saber isso? Pelo feng shui, através de cálculos baseados no ano de nascimento da pessoa, encontramos o seu Min Gua.0 Min Gua significa Trigrama da Vida, e também é denominado Número do Destino, Número Anual. Através do Min Gua, sabemos as direções favoráveis para a colocação da cama ou mesa de trabalho, que influenciam diretamente no desenvolvimento de potenciais. Para quem quiser saber sobre seu Min Gua pessoal entre em contato comigo pelo e-mail mirianchma@gmail.com (informação mediante valor depositado em conta bancária).

CORES – Podemos aplicar o método Ba Zhai e usarmos as cores favoráveis na harmonização de cada setor, mas essa é uma aplicação específica para cada planta . De um modo geral, o que se pode buscar são tons claros como o azul e verde suave, já que são “relaxantes”.O vermelho, mesmo que seja usado no sentido de “aquecer” o ambiente, deve ser pontuado com cautela.

Bom, há muitas outras considerações. Essas foram algumas sínteses que fiz de alguns conhecimentos. Você pode priorizar algumas dessas aplicações, caso não seja possível seguir todas.

E no mais … Tenha Bom Sono, Bons Sonhos, Bons “Tudos” ! (-:

Mirian Menezes

****************************************************************

Indicações de livros :

Geobiologia – A Arte do Bem Sentir (Allan Lopes Pires/Juan Saez)

Feng Shui Básico (Victor L. Dy)

Feng Shui Kan Yu – Arquitetura Ambiental Chinesa (Carlos Solano)

A Irradiação do Elemento Fogo no Natal!

          No feng shui o elemento fogo tem suas características e atributos. Ele tem como forma natural os objetos pontiagudos, a forma geométrica é o triângulo. O caráter é a atividade, a ação, a transcendência, mas também a tensão e o nervosismo. Na vegetação são característicos os arbustos e árvores cujas copas podem ser inscritas em um triângulo ou então, plantas pontiagudas. A cor é o vermelho.

        Nos lugares em que predominam o elemento Fogo, O “Chi”, ou energia, inflama-se e se espalha. Se formos observar as decorações de Natal e “o clima” que envolve essa época fica perceptível a correlação entre ambos.

       As decorações utilizadas na maioria das casas e nas ruas das cidades têm principalmente características do elemento fogo, seja nos pinheiros, nos bicos de papagaio, nas luzes, nas velas, nas estrelas, nos objetos e fitas de cor vermelha. A cor vermelha, por sinal, muitas vezes vem acompanhada da cor verde, e essa por sua vez representa o elemento madeira; e madeira ainda é o elemento que alimenta o fogo. Ou seja, é muuiiito fogo!!

      E qualquer objeto inserido em um ambiente vai ressoar no mesmo. E como são muitas as decorações usadas nessa época, essa expansão do elemento fogo nos proporciona calor, deslumbramento, êxtase, paixão, mas também, dependendo da quantidade e do local inserido pode significar agressão. E isso explica o agito dessa época. 

       Nesse contexto, torna-se importante então usar o feng shui para inserir o elemento fogo de forma segura e benéfica. No blog da Aline Mendes (http://blog.alinemendes.com.br/) você encontra orientações e dicas que o auxiliarão.         

      O elemento fogo ainda está associado ao Verão, e realmente o Natal coincide com o início desse ciclo sazonal; então, desejo a todos o arrebatamento e irradiação do calor dessa época, não apenas o calor da estação, mesmo porque para nós é uma época chuvosa e introspectiva, mas principalmente, desejo que se irradie o calor humano e a expressão de outras características positivas do elemento fogo, que são : a inspiração, a virtude da coragem, a euforia, o riso e o crescimento!  

Mirian Menezes 

Referências: Feng Shui Kan Yu – Arquitetura Ambiental Chinesa – Carlos Solano

Feng Shui – A Influência da Casa na Vida das Pessoas

       O termo Feng Shui infelizmente ainda é pouco conhecido e pouco entendido pela maioria das pessoas.

       Por que eu digo pouco conhecido? Por que muitas pessoas realmente desconhecem até mesmo o termo e perguntam: “O que é isso mesmo?!”

       Por que eu digo pouco entendido? Primeiro porque quando falamos que o Feng Shui trabalha com harmonização da energia, do Qi no ambiente, a maioria das pessoas já tendem a imaginar algo esotérico, e também, mesmo conhecendo o termo, a maioria logo o associa ao Feng Shui do Chapéu Preto, que é o Feng Shui geralmente encontrado em revistas.

       Por que eu reforço que isso significa pouco entendimento? Porque esse não é o Feng Shui Tradicional existente há milhares de anos na China. O Feng Shui Tradicional trata-se de uma técnica baseada em princípios de análises, cálculos, estudo detalhado de um imóvel onde se leva em consideração a localização, o posicionamento da construção em relação ao eixo magnético, a distribuição dos cômodos e aberturas como janelas e portas, a influência do fator tempo referente à finalização da construção ou grandes reformas, a influência do período que estamos vivendo e que se modifica a cada vinte anos, a influência do ano e ainda a correlação com o ano de nascimento dos moradores. Ou seja, é um trabalho baseado em princípios sólidos, que requer um estudo minucioso de um imóvel, e não algo intuitivo.

        E por que eu digo que infelizmente a maioria das pessoas desconhece o Feng Shui? Digo isto porque na verdade desconhecem também que um imóvel influencia diretamente nas probabilidades de acontecimentos negativos e positivos na vida das pessoas que ali vivem e trabalham.

        Falo isso com segurança, pois, por experiência própria e recente, ao fazer análises de plantas de casas, dentro de um grupo de estudos dirigido por Marcos Murakami (arquiteto, consultor e mestre de feng shui); a vida dos moradores (no caso de cada um de nós do grupo de estudo) foi totalmente descrita.

        Embora   o Feng Shui seja um tanto quanto ainda desconhecido para os ocidentais; na China essa técnica tem um grande respaldo. Em recente viagem a esse país, Marcos Murakami ( www.institutoeq.com.br ) visitou pontos estratégicos, juntamente com outros mestres dessa arte. Visitaram a Central do HSBC em Hong Kong. O Banco é todo construído com a técnica do feng Shui, com um uso consciente das potencialidades dessa harmonização. E mesmo que as demais agências do HSBC no mundo não estejam cosntruídas com o uso dessa técnica; a Central está estruturada.

      Bem… e dicas?! Sempre gosto de passar alguma, e aqui nesse caso realmente é preciso uma análise bem feita do imóvel, com princípios de estudos que chamamos de Estrelas Voadoras. Como dica, o que vou fazer é comentar um pouco sobre o período que estamos, para que as pessoas possam entender um pouco a influência dos períodos na conjunção  geral dos fatos, na própria vida.

       Estamos num período que começou em 2004 e irá até 2024. Ele está regido pelo que chamamos de Estrela 8. Mas primeiro vou falar algumas características do período da Estrela 7, que finalizou, e que pode ainda ressoar um pouco. Falarei até mesmo para que as pessoas possam fazer uma análise de como eram suas vidas nesse período e como estão agora.

       O período de 1984 a 2004 foi relacionado à Estrela 7. Essa Estrela está ligada à expansão das tecnologias de comunicação, às pesquisas esotéricas, à riqueza rápida, à sexualidade, um período especulativo, superficial. Foi um período virtual, por isso, com a mudança da regência do período para a Estrela 8, o que veio rápido, sem bases sólidas, não terá  mais a mesma expansão.

       No período que estamos, a Estrela 8 marca a evolução consistente, há uma introspecção, uma busca consciencial. É um período de muitos questionamentos, de sabedoria e espiritualidade, de uma transmutação do ruim para o bom. Não há mais os “meios termos”, as pessoas buscam a segurança, a qualidade, a solidez.

       A esta estrela que é pulsante em um período damos o nome de Estrela Wang. Com o trabalho do Feng Shui, pelo método das Estrelas Voadoras, sabemos em quais setores da residência esta estrela está influenciando seja em questões de prosperidade, seja em questões de relacionamento/saúde. Fazendo harmonizações, você aproveita o fluxo do Qi no imóvel de forma que você usufrui positivamente o potencial das probabilidades.

     Por isso, minha dica mais importante é: se você vai investir em um imóvel, seja ele de moradia ou de trabalho, se você vai adquirir, reformar ou construir, se você busca qualidade de vida e expansão, então invista numa harmonização com o Feng Shui.

      Sob esses princípios, o trabalho de um bom consultor é primordial. Poderíamos dizer que, assim como o médico e o terapeuta cuidam da saúde do corpo de uma pessoa, o consultor de Feng Shui , bem como o geobiólogo, têm o mesmo trabalho com um imóvel, ao analisar, diagnosticar o que está errado e prescrever tratamentos, medicamentos que curem e reforcem a saúde do mesmo.

       Mas lembre-se que tudo está interligado: Homem – Céu – Terra. É importante levar em consideração e buscar a harmonização das energias que se interligam: a energia Humana – Ren Qi (cuidar do corpo e das ações), a energia do Céu – Tian Qi (aproveitar o momento presente de acordo com a evolução do Qi) e a Energia da Terra – Di Qi (cuidar do ambiente)

Mirian Menezes