MINHA MENSAGEM PARA O NATAL E ANO NOVO : MANDALA DA FÉ!

Hoje acordei e pensei em qual mensagem enviaria a meus amigos… Tenho ficado pouco tempo na internet, e me dedicado pouco a blogar. Aliás, não tenho me dado tempo para parar, inspirar e escrever. Porque escrever, na verdade, é na maioria das vezes pura dedicação de tempo para inspiração. Bem, sendo assim, resolvi comodamente buscar alguma mensagem pronta na web. Mas não encontrei nada que expressasse mais profundamente meus desejos para todos neste fim e início de ano.

Resolvi então “buscar” minhas cartas do Livro: Mandala – A Arte do Conhecimento, dos autores Marco Winther e Fany Zatyro.

Perfeito!! Encontrei o que buscava.

A Carta que saiu foi a de número 7:  A MANDALA DA FÉ.

Esta é a mensagem que posto aqui para todos e para mim mesma neste dia de Natal. Que a FÉ maior no Divino, e no Cristo interno pessoal seja a mola propulsora de cada um para as realizações no ano de 2011!!


ANALISANDO O DESENHO DA MANDALA

Esta mandala representa a fé. Os lírios brancos representam a pureza do coração, a entrega à vontade de Deus, a confiança nas leis cósmicas.

Nos três estados da evolução da flor: em forma de botão, abrindo suas pétalas e já maduro, esses lírios simbolizam o ciclo da vida do homem terreno. A compreensão desse ciclo é conseqüência de uma maturidade espiritual que confere ao ser o dom da fé.

As quatro luas – ao norte, sul, leste e oeste – da mandala são as suas fases distintas, e estão representando ritmos biológicos, assim como a periocidade e a renovação, e também a transformação e o crescimento.

A espada na parte superior da mandala está rasgando a superfície do desenho, abrindo um outro plano cromático. Essa espada está entrelaçada por um coração formado pelas hastes das plantas, que formam também o símbolo do infinito. É o desconhecido, a entrega ao mistério do infinito, o inconsciente vindo à luz pela força e poder do amor e da fé.

No centro encontramos o Sol, o símbolo de Rá, a principal divindade egípicia. O Sol como centro do universo, de onde são emitidos três raios cor violeta, significando que as verdades levam à temperança, como equilíbrio entre os sentidos e o espírito.

Ao redor do Sol, evoluem as luas e lírios, nos mostrando as fases do tempo e do homem interligadas; a temporalidade humana frente à intemporalidade do universo.

MENSAGEM DA MANDALA

“ A FÉ é o pássaro que pressente a luz e canta quando a manhã ainda está escura.”

Enquanto não formos capazes de compreender de fato a nossa mente, permaneceremos estranhos a nós mesmos, sem ter consciência de nosso verdadeiro potencial. A fé é uma atitude de confiança, a substância das coisas esperadas, a presença encarnada das coisas invisíveis.

A mente é muito versátil, ela projeta todas as formas e sustenta todos os pensamentos e emoções. Através da meditação ou da oração podemos ir, além dos significados e categorias, à experiência direta dos níveis interiores e vivenciar a mente como algo vivo, sensível e brilhante. Ela é a fonte de todos os conhecimentos e de toda a inspiração.

Por meio da fé, aqueles que deparam com dificuldades insuperáveis descobrem a força interior para resolvê-las. Ela tem o poder de curar física, mental e espiritualmente. Mas para se viver através da fé é preciso um coração simples e um intelecto descomplicado. A fé vai na frente e o intelecto vai atrás.

Ela é um saber interior que o inspira a ser preciso, verdadeiro e consciencioso. O homem tem um papel único na criação. É a única espécie que tem o poder de manipular as forças da vida e de criar. O uso consciente dessa energia obtida por meio da identificação, mais com a natureza Divina do que com a natureza material, dá origem á forma mais elevada de manifestação.

É preciso compreender que o poder não vem de fora, vem de dentro. Em vez de nos identificarmos com a materialidade, nos conectamos com a substância de luz cósmica inteligente dentro de nós. Não deve haver dúvidas quanto a isso.

A dúvida é uma força fragmentadora que se aloja na nossa consciência, separando-nos desse poder magnético que nos transforma na percepção pessoal do Deus vivo.

Quando as crenças são cultivadas e defendidas através da grande consciência na sua manifestação, elas se expandem tornando-se fé, abrindo o coração para a luz. Quando houver essa integração verdadeira, nada no mundo exterior poderá prejudicá-lo.

APLICAÇÃO PRÁTICA PARA O EXERCÍCIO DA FÉ E OBTENÇÃO DOS DESEJOS

Faça uma lista de todos os seus desejos. Mentalize-os antes de adormecer à noite e quando acordar pela manhã. Sendo realmente benéficas e importantes, mentalize sempre suas afirmações no tempo presente e de forma incisiva, sentindo e vivenciando as emoções dos resultados.

Não use verbos que remetam seus propósitos ao futuro como “desejar, almejar ou querer”. Na mente, o espaço presente já é futuro.

Essas mentalizações podem ser feitas sempre que você tiver um tempo disponível, seja andando, comendo, repousando, etc.

Faça isso durante algum tempo, e depois, desvincule-se dos resultados. Deixe que o universo cuide da forma e dos detalhes dessa manifestação. Deixe que esse poder de ordem infinita lhe faça acreditar também naquilo que você não pode ver.

A materialização de nossos desejos se dá pela ausência de pensamentos conflituosos e pelo equilíbrio emocional. Isso só é possível pelo ato da fé incondicional.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: