O MASCULINO(MEU PAI) E O FEMININO(MINHA MÃE) EM MIM

O MASCULINO E FEMININO EM MIM

Quando falamos da união do Masculino e do Feminino em relação ao nosso equilíbrio interno, geralmente não temos consciência da dimensão do que isso significa. Eu mesma, em outros artigos já postei sobre isso, mas só agora, com um zohar, através de uma prática de Constelação Familiar compreendi a extensão disso.

Temos Vida, isso é lógico e fato, e é a única certeza que tenho a respeito de qualquer um que esteja lendo este artigo agora. Cada um precisou de um homem (pai) e uma mulher (mãe) para que tenha ocorrido sua fecundação. Isso também é fato e óbvio, mesmo que não se saiba quem é ele e/ou quem é ela. Mesmo que não sejam reconhecidos e estimados, existe aí um homem e uma mulher que se uniram e geraram vida. Você pode dizer que foi Deus que te deu a Vida. Sim, mas esse Deus precisou dessa mulher e desse homem, senão você não existiria. Só e tão grandemente por isso, você deve a ele e a ela toda honra e respeito.

Quando nego, não reconheço, não bendigo(falo bem) e não honro meu pai e/ou minha mãe, eu nego a mim mesma, porque sou metade ele e metade ela. É genético, comprovado em laboratório por exame de DNA que somos resultado da união de dois: masculino e feminino.

Quando falo do equilíbrio do masculino e feminino em mim, isso vai muito além de reconhecimento e tentativa de harmonizar forças opostas pessoais: suaves e fortes, divinas e divinos, de sombra e de luz, etc e tal. Quando falo do equilíbrio do masculino e feminino em mim, fortemente quero dizer: reconheço e amo meu pai e minha mãe em mim.

Independente se o pai ou a mãe tenham sido um assassino ou uma prostituta, e seja lá o que tenham feito de suas vidas não merece julgamento, só gratidão por terem dado o que há de mais sublime: a vida.   Mas muitas vezes há o pensamento de que, se aceitá-los como são e reconhecê-los,  haverá uma herança do que há de ruim. Então é mais fácil renegá-los, excluí-los por julgamento e acusação.

Só que, negar e não honrar um pai e uma mãe, assim como as gerações masculina e feminina anteriores a eles (os antepassados de sua árvore genealógica), faz com que a cadeia sistêmica familiar se desarmonize, e que haja uma repetição de fatos como um compensando pelo outro. É necessário que se dê a cada um o seu lugar, o seu papel, o reconhecimento de sua função única e intransponível para que cada geração futura viva independente da lei da compensação pelo que houve no passado.

Para que isso se harmonize é necessário este reconhecimento com lançamento de amor e gratidão a cada um deles. E é importante se colocar também no seu lugar, no seu papel, com reconhecimento do Sagrado Masculino e do Sagrado Feminino que há em você,  e ter posicionamento pessoal de que você dá conta de construir e viver sua vida com individualidade dentro desta cadeia familiar, e assim ser capaz de construir sua própria história com toda glória e abundância que o cosmo tem pra você.

Só se pode caminhar com passos fortes e para frente quando se é capaz de olhar para traz e reconhecer que tudo está no seu lugar e que o que você traz de bagagem é a sua fortaleza!

**** Namastê e gratidão a meus pais: Mauro Menezes de Ávila e Iracema Marra de Menezes ; aos meus avós paternos: Elvira Esteves de Menezes  e Eneas Cândido de Menezes ; aos meus avós maternos: Izaltina Pereira Mendes e José Coelho Marra ; aos meus bisavós paternos: José Cândido de Menezes e Maria Teófila da Fonseca, Nestor Esteves Borges e Ana Anagélica de Ávila; aos meus bisavós maternos: Moreto Coelho Duarte e Narciza Nogueira Marra, José Pereira Nascimento  e Maria Rosa Mendes;  meus tataravós:  Domingo Rabelo da Fonseca, Antônio Esteves Borges e Mariana Martins de Ávila, Elói Martins de Ávila e Ana Rita do Amaral, Antônio Clemente do Amaral . Lanço amor a todos e em nome deles reconheço e honro todos os demais antepassados da minha árvore genealógica, incluindo os que não sei quem são, mas que Deus sabe.

SENHOR, ABENÇOE OS MEUS ANTEPASSADOS. ILUMINE E CURE TODOS QUE FAZEM PARTE DA MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA. QUE A LUZ DIVINA DO AMOR ENVOLVACADA UM E TODO O SISTEMA FAMILIAR. QUE TODOS OS REGISTROS DE CADA GERAÇÃO SEJAM PLENAMENTE CURADOS E HARMONIZADOS, DE  FORMA QUE A PAZ E A ALEGRIA SE FAÇAM PRESENTES ENTRE TODOS E QUE AS HERANÇAS  SEJAM SOMENTE BENÉFICAS NA ORDEM DA GRAÇA E ABUNDÂNCIA DIVINA. CADA DA MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA É RECONHECIDO, ACEITO E HONRADO EM SEU LUGAR E EM SEU PAPEL DE AMOR!

OBRIGADO A TODOS OS MEUS ANTEPASSADOS E A DEUS PELA GRAÇA DA VIDA MARAVILHOSA! SOMOS TODOS ABENÇOADOS. ASSIM É.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: